Get Adobe Flash player

Tag adicionada ao post ‘sindicalistas’

Luciene Cruz
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os representantes das instituições federais de ensino ficaram insatisfeitos com a proposta apresentada hoje (13) pelo governo. Segundo a presidenta da Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes), Marinalva Oliveira, a oferta governamental não atende às reivindicações da categoria. Leia o restante desta notícia...

Brasília – Sindicalistas afirmam que a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp) poderá trazer prejuízos para a categoria. Segundo o coordenador-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Josemilton Maurício da Costa, uma das questões que preocupa a confederação é o fato de o novo modelo de previdência não dar garantias do valor que o servidor irá receber ao se aposentar. Leia o restante desta notícia...

Luciene Cruz
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Sindicalistas dos setores de tubos de alumínio, autopeças e instrumentos musicais buscam garantias do governo para combater a “entrada desenfreada” de produtos importados no Brasil e evitar demissões nas indústrias. Leia o restante desta notícia...

Luana Lourenço
Enviada especial

Porto Alegre – O calor de 35 graus Celsius e um temporal não desanimaram os ativistas que participaram hoje (24) da marcha de abertura do Fórum Social Temático (FST) pelas ruas de Porto Alegre. Com a chuva, o trânsito ficou caótico na capital gaúcha, desde as proximidades da Avenida Borges de Medeiros, na região central, até a Usina do Gasômetro, onde terminou a passeata por volta das 20h.

Com público eclético, a marcha refletiu a diversidade dos debates que vão acontecer ao longo da semana, focados principalmente na crise econômica internacional e na preparação para a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, marcada para junho.

Entre sindicalistas, estudantes, movimentos sociais, aposentados, feministas, um grupo de ativistas da comunidade alternativa Aldeia da Paz chamava a atenção com cartazes que traziam frases pacifistas e lemas como “Só o amor transforma”.

Logo na abertura do cortejo, ambientalistas declaravam a morte das florestas brasileiras por causa das mudanças no Código Florestal. Leia o restante desta notícia...

Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários