Get Adobe Flash player

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Por sugestão do Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP), as instituições de ensino superior poderão ganhar pontos nas avaliações do Ministério da Educação (MEC) caso invistam em ações para coibir o trote estudantil. A mudança é resultado de um trabalho do MPF para tentar reduzir o número de casos de trotes violentos que se repetem no início de cada semestre em diferentes universidades do país.

A Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) deu reposta positiva à sugestão do MPF para que as medidas de prevenção ao trote sejam incluídas como quesito no processo de avaliação. Como os instrumentos estão sendo reformulados, a comissão irá incluir a temática e a mudança pode começar a valer já em 2012. Leia o restante desta notícia...

O Conselho da Justiça Federal (CJF) aprovou resolução que altera a regulamentação das licenças para tratamento da própria saúde (Resolução 2/2008) e por motivo de doença em pessoa da família (Resolução 5/2008) no âmbito do Conselho e da Justiça Federal de primeiro e segundo graus, tendo em vista alterações promovidas na Lei 8.112/90 pelas Leis 11.907/2009 e 12.269/2010. Relatada pelo desembargador federal Roberto Haddad, a matéria foi debatida na sessão do dia 24 de outubro.

De acordo com o texto aprovado, poderão ser concedidas ao servidor licença para tratamento da própria saúde e licença por motivo de doença do cônjuge ou companheiro, dos pais, dos filhos, do padrasto ou madrasta ou enteado, ou de dependente que viva às suas expensas e conste dos seus assentamentos funcionais. A concessão, no entanto, fica condicionada à avaliação de perícia oficial. Leia o restante desta notícia...

Sandra Narita

O Dia Mundial da Osteoporose, celebrado em 20 de outubro, é uma data para chamar atenção para o problema que, segundo dado da Fundação Internacional de Osteoporose (IOF), atinge cerca de dez milhões de pessoas no Brasil.

Este ano, a IOF aproveita o dia mundial para divulgar uma campanha sobre a importância do diagnóstico precoce do reconhecimento da osteoporose como uma prioridade no campo da saúde. A Fundação quer chamar atenção não só do público em geral, como também do governo e de seguros de saúde. Leia o restante desta notícia...

O osso, além de promover sustentação ao nosso organismo, é a fonte de cálcio, necessária para a execução de diversas funções como os batimentos cardíacos e a força muscular. É uma estrutura viva que está sendo sempre renovada. Essa remodelação acontece diariamente em todo o esqueleto, durante a vida inteira. A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição de massa óssea, com o desenvolvimento de ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, tornando-os mais sujeitos a fraturas.

Confira, então, as 10 coisas que você precisa saber sobre osteoporose:

1. A osteoporose é uma doença silenciosa e raramente apresenta sintomas antes que aconteça algo de maior gravidade, como uma fratura espontânea, ou seja, sem estar relacionada a um trauma. O ideal é que sejam feitos exames preventivos, para que ela não passe despercebida.

2. O aparecimento da osteoporose está ligado aos níveis de estrógeno do organismo, hormônio feminino, também presente nos homens, mas em menor quantidade, que ajuda a manter o equilíbrio entre a perda e o ganho de massa óssea.

3. As mulheres são as mais atingidas pela doença, uma vez que, na menopausa, os níveis de estrógeno caem bruscamente. Com a queda, os ossos passam a incorporar menos cálcio e se tornam mais frágeis. De acordo com estatísticas, a cada quatro mulheres, somente um homem desenvolve a osteoporose. Leia o restante desta notícia...

Hoje é o Dia Mundial da Osteoporose, doença que acomete geralmente as mulheres  a partir da menopausa. Ela é caracterizada pelo enfraquecimento dos ossos, que se quebram com facilidade. No entanto, é preciso preveni-la antes da fase adulta. Por não ser uma doença de notificação compulsória, não há no Brasil dados exatos que estimem quantas pessoas são acometidas anualmente, mas sabe-se que a osteoporose atinge principalmente mulheres pós-menopausa, pessoas de pele e olhos claros, idosos, magros, tabagistas e alcoólatras.

Ela tem sido definida como a “epidemia do século 21”, sendo um problema de saúde pública nos EUA. No Brasil, devido ao aumento da vida média da população e da diminuição do número de nascimentos, a população está mais velha, por isso deve haver uma preocupação para política de assistência e prevenção da doença. Leia o restante desta notícia...

http://www.osteoclube.com.br/osteoporose.asp?gclid=CO7XrcWT8asCFQxX7AodfVoQRQ

Em geral acreditamos que, após a fase de crescimento, nossos ossos estão formados e não se modificam mais. Essa é uma ideia equivocada, porque o osso é um tecido vivo e, como todos os demais tecidos no nosso corpo, está em constante mutação.

 As células que compõem os ossos estão se renovando constantemente e para que esse processo se concretize, nosso organismo utiliza principalmente o cálcio. Quando essa renovação celular não se conclui de forma satisfatória, os ossos ficam com sua massa diminuída e tornam-se porosos, o que deixa Leia o restante desta notícia...

Para agilizar o acesso de veículos particulares ao campus da Pampulha após 21 horas, a Pró-Reitoria de Administração já está credenciando servidores, estudantes, funcionários terceirizados e outros prestadores de serviços que mantêm vínculo com a UFMG.

A medida atende às normas de segurança adotadas pela Universidade, por meio da Portaria 034/2011, que determina a “necessidade imediata de se implementarem ações com o objetivo de prevenir, evitar e inibir a ocorrência de situações que coloquem em risco a honra, a vida e a integridade física da comunidade universitária”.

O plano de segurança define credenciamento de integrantes da comunidade universitária junto às respectivas unidades ou órgãos, que fornecerão cartão de acesso. Leia o restante desta notícia...

Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários