Get Adobe Flash player

UTILIDADE

Renata Giraldi
Repórter da Agência Brasil

Brasília –  O governo brasileiro pretende aproveitar os debates da Conferência Rio+20 para destacar, como alternativa mundial, o desenvolvimento da economia verde por meio de incentivos à melhoria da qualidade de vida das populações, erradicando a pobreza e estimulando a sustentabilidade Leia o restante desta notícia...

08/11/2011 – 14h17
  • Yara Aquino
    Repórter da Agência Brasil

Brasília – As pessoas em tratamento médico que mantêm em casa equipamentos de saúde e que estão inscritas no cadastro único do governo federal não vão pagar mais pela luz que consomem. A portaria que determina a isenção do pagamento de tarifa de energia elétrica foi assinada hoje (8) pelos ministros da Saúde, Alexandre Padilha, e de Minas e Energia, Edison Lobão.

Um dos grandes problemas enfrentados por quem precisa manter permanentemente em casa equipamentos médicos essenciais, como de aspiração de secreções ou de apoio à respiração, é a dificuldade de pagar a conta de energia, relatou o ministro da Saúde. “Esse é um dos grandes problema da atenção domiciliar, um dos grandes gastos feitos pelas famílias”.

Para ter direito à isenção, é necessário comprovar, por meio de laudo da secretaria de saúde estadual ou municipal, a necessidade de uso dos equipamentos e atualizar regularmente as informações cadastrais na concessionária de distribuição de energia e na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Edição: Vinicius Doria-Fonte: Agência Brasil

 

Para agilizar o acesso de veículos particulares ao campus da Pampulha após 21 horas, a Pró-Reitoria de Administração já está credenciando servidores, estudantes, funcionários terceirizados e outros prestadores de serviços que mantêm vínculo com a UFMG.

A medida atende às normas de segurança adotadas pela Universidade, por meio da Portaria 034/2011, que determina a “necessidade imediata de se implementarem ações com o objetivo de prevenir, evitar e inibir a ocorrência de situações que coloquem em risco a honra, a vida e a integridade física da comunidade universitária”.

O plano de segurança define credenciamento de integrantes da comunidade universitária junto às respectivas unidades ou órgãos, que fornecerão cartão de acesso. Leia o restante desta notícia...

O Serviço de Plantão Psicológico dirigido à comunidade da UFMG (alunos, funcionários, professores e prestadores de serviço) reiniciou suas atividades dia 14 de setembro.

O serviço funciona das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, durante todo o semestre letivo. Os interessados devem procurar a secretaria do Serviço de Psicologia Aplicada (SPA), na sala 2062 da Fafich. É cobrada taxa de manutenção de R$ 1.

O Plantão Psicológico tem atendimento feito por estagiários do curso de Psicologia e supervisionados pelo professor Miguel Mahfoud, coordenador do serviço.

Fonte: http://www.ufmg.br/online/arquivos/020641.shtml

Desde 31 de julho a web hospeda um novo blog que traz uma ideia simples, mas em falta no ambiente online: resolver dúvidas do público sobre o uso de medicamentos, a partir da colaboração de especialistas e preservando éticas profissionais. De imediato, ao lançar a página, o seu mentor, o recém-formado em Farmácia pela UFMG Luiz Felipe Stehling, sentiu o impacto da proposta, com o acesso de 400 pessoas ao endereço www.phresponde.com. Dez dias depois, esse número saltaria para 2,7 mil, mostrando algumas surpresas, como o percentual de 2% dos clicks feitos a partir dos Estados Unidos. Leia o restante desta notícia...

A Polícia Federal esclarece que digitar a senha de trás pra frente não aciona a polícia. Circula na internet um e-mail com informações falsas sobre como se proteger em caso de sequestros-relâmpago. Se você tiver recebido o e-mail, apague-o. A Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN recomenda os seguintes cuidados:

1 – Ao digitar sua senha, mantenha o corpo próximo à máquina, para evitar que outros possam vê-la ou descobri-la pelo movimento dos dedos no teclado. As pessoas atrás de você devem respeitar as faixas de segurança;

2 – Prefira utilizar os caixas automáticos instalados em locais de grande movimentação e, se possível, em ambientes internos (shoppings, lojas de conveniência, postos de gasolina etc.);

3 – Sempre que possível, faça seus saques no horário comercial, quando o movimento de pessoas é maior, evitando o período noturno. Leia o restante desta notícia...

As razões para deixarmos as tarefas para depois são muitas, e profundamente variadas.

Este hábito, que corresponde à definição de procrastinação, costuma conduzir a outro padrão indesejável: a síndrome do estudante, ou o hábito de só começar a fazer as coisas no limite do seu prazo – introduzindo uma série de riscos e custos adicionais por não haver mais tempo para um estudo adicional, para um plano B ou para lidar com um obstáculo que, se tivesse surgido no início do prazo, seria trivial.

Métodos baseados em ferramentas de controle objetivo das pendências e prazos, como os do GTD, podem fazer muito no combate a estes efeitos tão danosos à produtividade, mas eles encontram rapidamente o seu limite de atuação quando a causa não está relacionada diretamente à organização pessoal, mas sim à motivação ou a um paradigma menos compatível com a eficiência. Leia o restante desta notícia...

Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários