Get Adobe Flash player

INFORMAÇÃO

Brasília – A maioria das assembleias de docentes das universidades, institutos e centros tecnológicos federais rejeitou a segunda proposta de reajuste e reestruturação de carreiras, apresentada pelo governo na última terça-feira (24). De acordo com o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), até as 11h30 de hoje (31) 48 de 57 instituições de ensino superior haviam votado pela continuidade do movimento. Leia o restante desta notícia...

Estão abertas até 31 de agosto as inscrições para o 26º Prêmio Jovem Cientista (PJC). Serão distribuídos R$ 600 mil em premiações entre pesquisadores, acadêmicos, universitários e estudantes do ensino médio de todo o Brasil. Leia o restante desta notícia...

 

FASUBRA e Comando Nacional de Greve decidem por não realizar as matrículas dos estudantes aprovados na última seleção e não realizar o próximo vestibular enquanto o governo não negociar. O anúncio foi feito oficialmente na última quinta-feira (26) em frente ao Ministério da Educação (MEC). Leia o restante desta notícia...

Mariana Branco e Luciene Cruz
Repórteres da Agência Brasil

Brasília – A greve dos servidores federais está prejudicando a atividade econômica brasileira, principalmente as importações e exportações. O cidadão comum sofre menos com a situação, a não ser o caso específico dos alunos de universidades e instituições de ensino federais, cujas aulas estão suspensas há mais de dois meses. A avaliação sobre os impactos das paralisações é de entidades representativas do setor privado e de porta-vozes do próprio movimento grevista. De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Condsef), atualmente 29 setores do funcionalismo estão de braços cruzados. Leia o restante desta notícia...

Mariana Branco
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior  (Andes), principal entidade representativa dos professores de instituições federais de ensino, divulgou hoje (26) comunicado oficial rejeitando a nova proposta do Ministério do Planejamento. Leia o restante desta notícia...

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A greve dos professores das universidades federais já dura 72 dias e aumenta a probabilidade de que o calendário letivo de 2012 tenha que ser estendido até o início de 2013. Na maioria das 57 instituições, a paralisação teve início antes do encerramento do primeiro semestre. Com isso, quando a greve terminar, será necessário concluir as atividades para só então dar início ao segundo semestre de 2012. Leia o restante desta notícia...

fasubra-fb

 

Os Técnico-administrativos em Educação estão em GREVE nacional há 44 dias nas 59 Universidades Federais do País. Nossa greve é forte e ocorre em uma conjuntura em que diversos segmentos do serviço Público federal se mobilizam contra o arrocho salarial imposto pelos governos dos últimos anos. Embora com pautas diferenciadas, existe greve no serviço público.  Leia o restante desta notícia...

Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários