Get Adobe Flash player

IMPRENSA

 

 

 

A UFMG poderá contar com suporte financeiro da Prefeitura de Belo Horizonte para viabilizar o pagamento de bolsas e realização de pesquisas, em especial na área da saúde. O assunto foi discutido pela reitora Sandra Regina Goulart Almeida e pelo prefeito Alexandre Kalil, em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, 30, na sede do executivo municipal.

De acordo com a reitora, o prefeito Kalil mostrou-se disposto a apoiar a Universidade, afetada pelo bloqueio orçamentário imposto pelo governo federal, que também restringiu os recursos destinados ao CNPq e à Capes, agências responsáveis pelo financiamento de bolsas de pesquisa e pós-graduação.

Durante o encontro, Sandra Goulart apresentou as principais demandas da UFMG e as possibilidades de contrapartida da Universidade. Prejudicadas pelo bloqueio de recursos, pesquisas centradas no combate a doenças tropicais, como zika e chikungunya, estão entre as atividades de interesse do município.

“Mantemos ótima interlocução com a Prefeitura, que tem sido nossa parceira em diversos campos”, disse a reitora. Segundo ela, um novo encontro será realizado na próxima semana para discutir formas de operacionalizar a parceria.

 

 

 

O professor Marco Aurélio Crocco Afonso, da Faculdade de Ciências Econômicas (Face), é o novo presidente do Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-Tec). Até então integrante do Conselho de Administração, Crocco assume o desafio de impulsionar conexões para o desenvolvimento de novos negócios, contribuindo para manter Belo Horizonte e Minas Gerais como referências do ecossistema de empreendedorismo e inovação.

A presidência do Conselho de Administração passa a ser exercida pelo professor Ado Jorio, do Departamento de Física da UFMG, um dos mais importantes pesquisadores na área de nanotecnologia.

“O trabalho conjunto com professores, pesquisadores e com toda a comunidade acadêmica da UFMG é a base de atuação para a promoção do desenvolvimento institucional do Parque e para potencializar os resultados de iniciativas e projetos da Universidade”, enfatiza o novo presidente. Ele agradeceu à reitora da UFMG, Sandra Regina Goulart Almeida, pela confiança, e ao professor Roberto Bigonha, que deixa o cargo, pela sua gestão e condução transparente do processo de transição.

Em 2018, as empresas residentes no BH-Tec faturaram R$ 170,3 milhões. No mesmo ano, elas lançaram 109 novos produtos e serviços e implementaram 44 processos. Também lançaram três spinoffs e depositaram seis pedidos de patentes – quatro delas foram concedidas.

Trajetória
Marco Crocco é economista formado pela UFMG, mestre em Economia Industrial e da Tecnologia pela UFRJ e doutor em Economia pela Universidade de Londres. Professor titular do Departamento de Ciências Econômicas da Face e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Crocco é especialista em economia monetária e desenvolvimento regional. Ele presidiu o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) e a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), sob cuja gestão foi estruturada a Fundep Participações (Fundepar).

 

 

 

 

Até 11 de outubro, estão abertas as inscrições, exclusivamente pela internet, dos processos seletivos do Colégio Técnico (Coltec), do Centro Pedagógico (CP) – 1º ano do ensino fundamental – e do Teatro Universitário (TU), para ingresso no primeiro semestre de 2020. Essas unidades fazem parte da Escola de Educação Básica e Profissional da UFMG (Ebap/UFMG). Os processos seletivos são de responsabilidade da Comissão Permanente de Vestibular (Copeve).

O Coltec oferece vagas para ingresso na primeira série dos cursos técnicos de nível médio integrado. As vagas são distribuídas entre cinco formações técnicas: eletrônica, desenvolvimento de sistemas, automação industrial, análises clínicas e química.

São ofertadas 180 vagas – 36 para cada um dos cursos, com reserva de vagas para egressos de escolas públicas, pessoas com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita, autodeclarados negros (pretos ou pardos) ou indígenas e pessoas com deficiência. Para concorrer a uma das vagas, o candidato deve ter concluído o ensino fundamental ou estar regularmente matriculado no último ano desse nível de ensino ou de curso equivalente.

Sorteio
Escola pública responsável pela oferta do ensino fundamental, o Centro Pedagógico adota como forma de ingresso dos alunos o sorteio de vagas. O candidato sorteado terá vaga garantida para o 1º ano e direito a cursar até o 9º ano, desde que conclua esse nível de ensino antes de completar 18 anos.

Poderão concorrer crianças que nasceram entre 1º de abril de 2013 e 31 de março de 2014. O sorteio terá como base o resultado do concurso da Loteria Federal do dia 2 de novembro ou dos concursos subsequentes, caso seja necessário. Serão sorteadas 50 vagas, 47 para ampla concorrência e três para candidatos com deficiência, para ingresso no 1º ano do ensino fundamental em tempo integral.

Formação de atores
O curso técnico de formação de atores do Teatro Universitário oferta 22 vagas para candidatos que completaram 16 anos até a data da matrícula e que estejam cursando, em concomitância externa, ou tenham concluído o ensino médio completo ou curso equivalente.

A reserva de vagas destina-se a egressos de escola pública, pessoas com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita, autodeclarados negros (pretos ou pardos) ou indígenas e pessoas com deficiência. Das vagas, 50% são reservadas para candidatos que cursaram o ensino fundamental integralmente em escolas públicas brasileiras, e as demais, para a ampla concorrência.

Os editais dos três processos seletivos estão disponíveis no site da Copeve: https://www.ufmg.br/copeve, onde as inscrições devem ser efetuadas. Mais informações podem ser solicitadas pelos telefones (31) 3409-7468 e 3409-4749 ou pelo e-mail secretaria-tu@ebap.ufmg.br.

 

 

 

No dia 30 de setembro, será realizada nova coleta de resíduos eletroeletrônicos não patrimoniados nas unidades acadêmicas e administrativas da UFMG no campus Pampulha.

A ação é organizada pelo Departamento de Gestão Ambiental (DGA), órgão da Pró-Reitoria de Administração (PRA).

Serão coletados monitor, teclado, mouse, laptop, CPU, rádio, impressora, telefone, eletrodomésticos e equipamentos de comunicação e informática em geral.

Comunicação antecipada

De acordo com comunicado do DCA, cada unidade deve providenciar lista dos resíduos eletroeletrônicos existentes em suas dependências e enviá-la ao e-mail residuos@dga.ufmg.br ou comunicar pelo telefone 3409-4361, até o dia 27 de setembro.

Unidades que contam com Gestor de Resíduos, devem consultá-lo sobre o descarte, antes de contatar ao DGA. Ainda segundo o órgão, membros da comunidade universitária podem trazer e entregar seus eletroeletrônicos pessoais, pois a coleta não gera custos para Universidade.

O DGA informa que, no ato da coleta, a unidade deverá assinar um termo de compromisso atestando que todo o material coletado não é patrimoniado.

Ficha técnica

Até 27 de setembro, as unidades devem comunicar lista de resíduos ao DGA

 

 

Está no ar a Edição 1269 do Pinga Fogo!

Acesse clicando no link: http://bit.ly/2lkZYYh

 

 

O projeto de extensão Iniciação Esportiva busca promover o aprendizado de diferentes habilidades básicas esportivas, sem focar especificamente em uma única modalidade. A iniciação esportiva é fundamental para formar uma base de coordenação e habilidades motoras, bem como estimular a criatividade dos alunos durante o jogo. As atividades envolvem exercícios e jogos com bola utilizando as mãos, os pés e bastões/raquete, de maneira lúdica, criativa e envolvente. Espera-se que uma boa iniciação esportiva melhore o desenvolvimento e a aprendizagem dos esportes nas idades seguintes.

O projeto de extensão Iniciação ao Basquete busca promover o aprendizado do basquetebol de maneira lúdica e criativa, com exercícios e jogos para desenvolver as diferentes habilidades e formas de atuação no jogo de
basquetebol. Os alunos são estimulados a participar de festivais de basquete promovidos pela Federação Mineira de Basketball uma vez por mês, aos sábados,como mais um momento de aprendizagem e participação no esporte. O aprendizado do jogo pelo aluno ocorre gradualmente e em paralelo com valores humanos relacionados à disciplina, trabalho em equipe, respeito aos colegas,professores e árbitros, em um ambiente descontraído e estimulante.

O projeto é desenvolvido pelo CECA – Centro de Estudos em Cognição e Ação – grupo de estudos da Escola de Educação Física da UFMG que investiga os diferentes métodos de ensino dos esportes há mais de 20 anos.

Para dúvidas e mais informações, entre em contato:

E-mail: cecaesportes@gmail.com
Telefone: (31) 3409-2329
Instagram: cecaesportesufmg

Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários