Get Adobe Flash player

EDUCAÇÃO

Página 1 de 41234
A reitora Sandra Regina Goulart Almeida e o professor Flávio Guimarães da Fonseca, do ICB, recebem nesta segunda-feira, dia 22, a Ordem do Mérito Legislativo, concedida pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Agraciada com o grau Grande Mérito, Sandra Goulart foi designada como oradora oficial da cerimônia, que será realizada no Palácio das Artes, no centro de Belo Horizonte, a partir das 17h, com transmissão da TV Assembleia, do Portal da Assembleia e do canal da ALMG no YouTube.
Um dos coordenadores do CTVacinas da UFMG, onde são desenvolvidos os estudos da vacina SpiN-TEC contra a covid-19, Flávio da Fonseca será agraciado por suas ações no enfrentamento da pandemia e de comunicação da ciência ao público. O tema da edição deste ano é Mineiras e mineiros na recuperação econômica e social do Estado no pós-pandemia, destacando a atuação das instituições unidas à sociedade, em prol da vida.
A medalha
Criada em 1982, a Ordem do Mérito Legislativo é concedida pela ALMG a pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras, que tenham se destacado por iniciativas de relevância pública e de promoção da cidadania. Os agraciados são indicados pelo Conselho da Ordem do Mérito Legislativo, liderado pelo presidente da Assembleia, deputado Agostinho Patrus (PV). A condecoração é concedida nos graus Grande Mérito, Mérito Especial e Mérito.
Grande Mérito – Destinado a soberanos, chefes de Estado e de Governo, governadores, vice-governadores, presidente da ALMG, presidentes de órgãos de Justiça e do Legislativo estaduais e federais e outras personalidades de hierarquia equivalente.
Mérito Especial – Destinado aos membros da Mesa da Assembleia, a deputados estaduais, a secretários de Estado a senadores a deputados federais a ministros de tribunais superiores a presidentes de tribunais a desembargadores a oficiais generais a embaixadores a enviados extraordinários, a reitores de universidade a cientistas, entre outros.
Mérito – Destinado a cônsules, a magistrados, a membros do Ministério Público, a militares, a professores, a escritores, a funcionários públicos, a desportistas e a outras personalidades de hierarquia equivalente.
Fonte: Assessoria de Comunicação da ALMG (ufmg.br)
O Dia da Consciência Negra é fundamental para evidenciar as desigualdades e violências contra a população negra ainda existentes em nossa sociedade. Para além de um momento festivo, a data proporciona a reflexão sobre o racismo e as suas implicações na atualidade.
Na manhã de ontem, a UFMG recebeu a primeira visita da cônsul geral dos Estados Unidos em Belo Horizonte, Katherine Earhart Ordoñez, que está na capital mineira há cerca de um ano. A Universidade mantém parceria de longa data com instituições norte-americanas e agora vislumbra a possibilidade criar novas formas de cooperação internacional, em projetos de cultura e pesquisa – em especial com o CTVacinas, que dará origem ao Centro Nacional de Vacinas, resultado de parceria entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o governo de Minas Gerais.
Segundo a cônsul, que esteve acompanhada da representante do Departamento de Comércio da Embaixada e consulados dos Estados Unidos no Brasil, Vânia Resende, a primeira visita presencial a uma universidade teve várias motivações. “Uma delas é que a embaixada e o consulado têm muitos projetos em conjunto com a UFMG, como os convênios de cooperação internacional, o Centro de Estudos Norte-americanos, que fortalece os laços com professores, estudantes e pesquisadores, a Cátedra Fulbright e o escritório do Education USA, lançado neste ano”, enumerou.
A outra motivação, contou Katherine Ordoñez, foi conhecer pessoalmente os gestores e, especialmente, a professora da Faculdade de Farmácia e pesquisadora do CTVacinas Ana Paula Fernandes, uma das sete vencedoras do prêmio Mulheres brasileiras que fazem a diferença, edição 2021, concedido pelas representações diplomáticas dos Estados Unidos no Brasil.
Reconhecimento
A cônsul enfatizou a importância de se reconhecer o trabalho das cientistas, especialmente da área da saúde, e do esforço realizado por elas para promover a ciência e aumentar a capacidade de enfrentamento da covid-19. “Sabemos que a ciência é importante para a sociedade, mas, neste momento, todos nós esperávamos que o seu papel tivesse um impacto maior em nossas vidas. E a professora Ana Paula Fernandes se destacou pela liderança na promoção da ciência e da comunidade científica no assessoramento das políticas de saúde”, afirmou.
Ana Paula Fernandes, que também coordena a área de diagnóstico de covid-19 da Rede Vírus do MCTI, afirmou que “a visita da cônsul é muito importante, porque sinaliza para um grande potencial de cooperação do Centro Nacional de Vacinas com instituições de pesquisa dos Estados Unidos, o que inclui desde parcerias com empresas até a complementariedade de competências para a produção de vacinas, testes diagnósticos e fármacos”.
A professora aproveitou a ocasião para mostrar o certificado da premiação, que segundo ela “é motivo de muito orgulho, porque incentiva outras mulheres a enfrentar o ambiente da ciência, que é desafiante, mas muito compensador”.
A reitora Sandra Regina Goulart Almeida, que recebeu a cônsul dos EUA na companhia do vice-reitor Alessandro Fernandes Moreira, do diretor de Relações Internacionais, Aziz Tuffi Saliba, e da diretora da Faculdade de Farmácia, Leiliane Coelho André, reafirmou a expectativa de que novas parcerias, inclusive na área da cultura, sejam efetivadas. Ela também aposta na participação da UFMG em diversos editais do governo norte-americano.
Após a visita à Reitoria, Katherine Ordoñez e Vânia Resende conheceram as instalações do CTVacinas, no Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-Tec), responsável pelo desenvolvimento da SpiN-TEC, vacina contra a covid-19.
Fonte: Teresa Sanches (ufmg.br)
Um total de 50.874 pessoas compõe o contingente apto a participar da consulta à comunidade que subsidiará a elaboração da lista tríplice que será encaminhada ao Presidente da República para designação do novo Reitorado da UFMG. São 3.066 docentes, 4.159 servidores técnico-administrativos e 43.649 discentes, entre estudantes de graduação, de pós-graduação, de residência médica e aqueles vinculados à Escola de Ensino Básico e Profissional (Ebap), com mais de 16 anos.
Apenas 51 dos 853 municípios mineiros têm um eleitorado maior do que o da UFMG, de acordo com a última atualização divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), em 2020.
A votação será realizada nesta quinta-feira, 11 de novembro, e, pela primeira vez, ocorrerá de forma remota pelo sistema de consultas da UFMG (assista ao vídeo da TV UFMG que explica como votar). Conforme o regulamento da consulta, os votos serão apurados de acordo com a seguinte ponderação: 70% para docentes, 15% para discentes e 15% para técnico-administrativos.
Voto seguro
O voto, secreto, não poderá ser exercido por correspondência, por procuração, em separado ou por qualquer outra modalidade alheia ao sistema de consultas, que tem garantias de criptografia para impedir a interceptação do voto via internet, a quebra do seu sigilo ou sua alteração por terceiros. A votação ocorrerá das 8h às 20h.
A chapa UFMG Plural é a única inscrita no processo. A atual reitora, Sandra Regina Goulart Almeida, e o atual vice-reitor, Alessandro Fernandes Moreira, tentam novo mandato.
Sandra é graduada em Letras pela UFMG, tem mestrado e doutorado pela Universidade da Carolina do Norte e pós-doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Columbia, em Nova York. Professora da área de Estudos Literários da Faculdade de Letras, preside a Associação de Universidades Grupo Montevidéu (AUGM) e é vice-presidente da World University Network (WUN). Foi vice-reitora na gestão 2014-2018 e diretora de Relações Internacionais.
Alessandro é graduado e mestre em Engenharia Elétrica pela UFMG, doutor pela University of Wisconsin-Madison e tem extensa trajetória na Escola de Engenharia da UFMG, onde foi coordenador do curso de Engenharia Elétrica, do Conselho de Coordenadores de Cursos de Graduação, vice-diretor e diretor.
Mais informações sobre o processo eleitoral estão disponíveis no site da consulta. Propostas da chapa UFMG Plural podem ser consultadas na página oficial da campanha: https://www.ufmg.br/ufmgplural/ .No dia da votação, dúvidas poderão ser esclarecidas pelo telefone 3409-6499 ou pelo e-mail consultas-suporte@cac.ufmg.br.
Fonte: ufmg.br
Neste ano, a Semana do Servidor UFMG, que será realizada de 8 a 13 de novembro, traz como tema para reflexão Avanços e retrocessos na legislação do servidor público federal – desafios e possibilidades. Serão realizadas três mesas de debates, com a participação de juristas, para esclarecer os impactos das recentes mudanças legislativas nos processos de trabalho das instituições federais, na carreira e aposentadoria dos servidores.
“A Semana do Servidor é o momento para dialogarmos e explicitarmos, com a ajuda de especialistas, os aspectos agravantes e facilitadores suscitados pelas recentes mudanças, especialmente pela PEC 32/2020, que trata da reforma administrativa”, afirma a pró-reitora adjunta de Recursos Humanos, Leônor Gonçalves. O objetivo, acrescenta ela, é que as pessoas “compreendam o que está proposto, além dos desafios e possibilidades para os servidores e o setor público”.
Assim como as mesas de debates, as demais atividades, como as oficinas para desenvolvimento na carreira, atividades lúdicas, ginástica, pilates, ergonomia e apresentações culturais, ocorrerão no formato virtual. A transmissão será pelo canal da Coordenadoria de Assuntos Comunitários (CAC) no YouTube.
Os tradicionais campeonatos de futsal, a corrida e a caminhada, e os mais recentes torneios de tênis e de peteca permanecem na programação, mas com número reduzido de participantes, para cumprimento dos cuidados sanitários necessários por causa da pandemia.
O concurso de fotografia, pintura e poesia possibilitará aos servidores expressar seus sentimentos sobre os quase dois anos de reclusão. A mostra dos trabalhos será aberta na segunda-feira, dia 8, e o resultado do concurso será divulgado na sexta-feira, dia 12, às 16h30.
Uma novidade desta edição, informa Leônor Gonçalves, é o lançamento do site da Semana do Servidor. Segundo ela, a página funcionará como um “memorial das atividades realizadas desde 2011, que ficará disponível para a comunidade como forma de valorizar o evento”.
Formação, esporte e cultura
A programação, que inclui atividades nos três turnos, será aberta na segunda-feira, 8, das 9h às 10h. Na parte da tarde e à noite haverá oficinas sobre comunicação não violenta, saúde mental, iogaterapia e pilates.
As três mesas-redondas que tratarão da temática central da Semana serão realizadas a partir do dia 9. Na terça, das 9h às 12h, o tema são os Avanços e retrocessos na legislação previdenciária/aposentadoria do servidor público federal: desafios e possibilidades. Na quarta-feira, das 9h às 12h, os servidores refletirão sobre Avanços e retrocessos da Reforma Administrativa – PEC 32/2020. E a terceira mesa será na quinta-feira, 11, das 14h às 17h, para tratar da Previdência complementar dos servidores públicos federais, mediante as modificações da legislação, quem deve ou não aderir.
A apresentação Encontro de violas estreia na programação do Circuito Cultural UFMG, promovido pela Diretoria de Ação Cultural (DAC), uma das apoiadoras da Semana. A primeira edição reunirá Quincas da Viola, Wilson Dias e Gustavo Guimarães, com participação especial de Dito Rodrigues. O show será transmitido simultaneamente nos canais da CAC e da DAC na plataforma YouTube.
Acompanhe a programação no site do evento: https://www.ufmg.br/semanadoservidor/programacao/
Fonte: ufmg.br
Página 1 de 41234
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários