Get Adobe Flash player

CULTURA

Página 4 de 8012345678910...203040...Última »

 

 

A Diretoria de Ação Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) inaugura na próxima segunda-feira (14), às 18h, no saguão da Reitoria, a exposição “Sonho e Realidade: homenagem à Álvaro Apocalypse”. Além de uma sala especial com desenhos e pinturas do multiartista, serão exibidas obras de 16 ex-alunos que tiveram aula com Apocalypse durante a década de 70. A visitação pode ser feita até 30 de março de 2020, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. A entrada é gratuita.

Conhecido por ter criado centenas de bonecos à frente do Grupo Giramundo, Álvaro foi pintor, ilustrador, gravador, desenhista, diretor de teatro, cenógrafo, museólogo e publicitário. Desde 1959, Apocalypse também foi professor da Escola de Belas Artes (EBA) da UFMG, onde deu aulas, entre outros alunos, para Geraldo Roberto da Silva. Foi Geraldo quem teve a ideia da exposição, após sonhar com o antigo professor. “Sonhei com Álvaro e senti que ele me passou uma incumbência, não obrigatória, mas uma sugestão agradável. Acordei com a ideia batucando na minha cabeça. E hoje, estamos aqui, aceitando e cumprindo a boa sugestão do que consegui apanhar do sonho”, conta.

Serão expostas obras de Canuta Duque, Claudia Marinuzzi,  Elizabeth Calil, Erli Fantini, Geraldo Roberto da Silva, José Alberto Nemer, Joyce Brandão, Liliane Romanelli,  Lúcia Marques (in memoriam) Márcia  Meyer Guimarães,  Maria  José  Vargas  Boaventura, Olímpia Couto,  Rosângela Ferreira, Rosana  Mendes  Campos e Thalma  de  Oliveira.  

Quem assina a curadoria são os professores da EBA, Beatriz Coelho e Fabricio Fernandino. “A homenagem se pauta em um corte histórico, perfazendo através de uma linha do tempo a evolução da obra desse mestre do desenho. É uma exposição composta por obras cedidas pelo Acervo Artístico da UFMG, pelo Acervo Apocalypse, e Teatro Giramundo, assim como coleções de particulares e da família do artista”, explicam.

Segundo os curadores, a escolha do dia 14 de outubro, para a abertura da visitação não foi ao acaso. “Ela acontece na véspera do Dia do Professor, uma ação simbólica, por meio da qual a UFMG visa estender a todos os professores, o reconhecimento do papel fundamental de cada um para a formação de pessoas preparadas para a vida e construtores de uma nação mais justa e democrática”, comentam.

Trajetória

Álvaro Brandão Apocalypse (1937-2003) estudou litografia e gravura em metal na Escola Guignard e iniciou o curso de Direito na UFMG, em 1956. A partir de 1959, integrou o corpo docente da recém-criada Escola de Belas Artes da UFMG, lecionando disciplinas de Desenho e Pintura. Tornou-se professor titular em 1981, participando efetivamente da vida artística dentro e fora da universidade, até sua aposentadoria. Em 1970, Álvaro criou o Grupo Giramundo, de teatro de bonecos, instalado por um longo período nas dependências da UFMG. As montagens do grupo são, até hoje, presença marcante nos Festivais de Inverno da universidade, com produções de peças de sucesso e de reconhecimento imediato.

 

 

Falta 1 dia para a Festa da Criança Assufemg! Traga a criançada e venha participar conosco!

 

 

Está chegando mais uma edição da Feira de Artesanato da Assufemg. De 25 a 29 de novembro, de 08h às 17h, a Praça de Serviços da UFMG recebe a 32ª edição do evento, que reúne produtos de diversas categorias.

.

Serão oferecidos um total de 80 vagas, que serão divididas em cinco setores: bijuterias, calçados/bolsas/acessórios, roupas, brinquedos, tecelagem/pachtwork ,roupas íntimas, entre outros. Cada candidato poderá escolher uma única categoria.

.

Você acessa o regulamento completo, clicando aqui.

.

As inscrições serão efetuadas na secretaria da Assufemg, no Campus Pampulha da UFMG, localizada atrás da Escola de Belas Artes.

.

Os associados se inscrevem nos dias 14 a 16 de outubro, de 8h30 às 16h e terá o valor de R$ 120,00.

.

Os não sócios poderão se inscrever no dia 18 de outubro, de 8h30 às 16h, com valor de R$ 170,00.

.

Importante!

.

  • A Feira de Artesanato é destinada à exposição de objetos novos e de cunho artesanal. Não será permitida a venda de produtos industrializados de qualquer natureza. Perfumes, cosméticos e sabonetes deverão ser acompanhados de certificado de órgão competente da área de saúde. É proibida a venda de alimentos e bebidas de qualquer gênero.
  • Os interessados deverão entregar um exemplar do produto devidamente identificado para ser avaliado por uma comissão e se aprovado, será doado a Assufemg para que ela lhe dê o destino que melhor lhe convier.
  • O resultado da avaliação será divulgado à partir do dia 21/10 na página da Assufemg e afixado nas dependências da associação. 
  • Caso o número de produtos aprovados de acordo com cada categoria seja superior ao número de vagas, será realizado sorteio entre os inscritos na data da inscrição definitiva.
  • As inscrições definitivas e o pagamento para não sócios serão realizados no dia 25 de outubro no horário de 15h às 17h na sede da Assufemg.

NÃO ESQUEÇA DE LER O REGULAMENTO! CLIQUE AQUI PARA LER O DOCUMENTO.

 

Informações e dúvidas: 3439-8110

 


 

 

 

Milton Hatoum é o convidado de nova edição do Encontro Marcado, que acontece no dia 17 de setembro de 2019, às 18h, na sede do Acervo de Escritores Mineiros da UFMG. O evento é gratuito e aberto ao todos. Mediada pelo pós-doutorando em estudos literários (e poeta) Kaio Carmona, a conversa vai abordar temas variados ligados ao universo da literatura e sobre a vida e a obra do autor amazonense.

Realizado ao longo do semestre letivo – sempre na última quinta-feira do mês –, o Encontro Marcado tem o objetivo de fomentar o debate público acerca da literatura brasileira contemporânea e despertar talentos literários, além de dar a conhecer o Acervo de Escritores Mineiros, importante espaço de pesquisa e memória da literatura nacional.

Hatoum

Milton Hatoum (http://www.miltonhatoum.com.br) nasceu em Manaus em 1952. Estudou arquitetura na USP e estreou na ficção com Relato de um certo Oriente, publicado em 1989 e vencedor do prêmio Jabuti de melhor romance do ano. Seu segundo romance, Dois irmãos, de 2000, mereceu outro Jabuti e foi traduzido para doze idiomas e adaptado para a televisão, teatro e quadrinhos. Com Cinzas do Norte, de 2005, Hatoum ganhou os prêmios Jabuti, Bravo!, APCA e Portugal Telecom. Em 2006, lançou A cidade ilhada, uma reunião de contos breves.

Em 2008, sua primeira novela, Órfãos do Eldorado, foi adaptada para o cinema, e em 2013 teve suas crônicas reunidas em Um solitário à espreita. É colunista dos jornais, O Estado de S. Paulo e O Globo. Em 2017, recebeu do governo francês o título de Officier de L’Ordre des Arts et des Lettres. (Fonte: Cia das Letras)

Realização
Acervo de Escritores Mineiros (AEM-UFMG) em parceria com o Programa de Pós-graduação em Estudos Literários da Faculdade de Letras, CAPES, a Faculdade de Letras -e a Biblioteca UFMG

Evento aberto ao público

Classificação: Livre

Serviço

17 de setembro de 2019

18h

Biblioteca Central – 3º andar – espaço da exposição O Laboratório do Escritor

Entrada franca

(31) 3409-6079

Campus Pampulha UFMG – Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG


 

 

Inscrições abertas até 30/09 na secretaria da sede da Assufemg de 8h às 16:30h (somente para sócios e dependentes).

 

Informações, entre em contato pelo telefone: 3439-8110

 

 

‘Serôdia em Minas’ é o nome do show que Daniel Souza Quarteto apresenta no Quarta Doze e Trinta do dia 11 de setembro, às 12h30, na Praça de Serviços da UFMG. Formado por guitarra, saxofone, bateria e baixo, o grupo apresenta um repertório autoral, além de uma interpretação da canção ‘Clube da Esquina nº2’, de Milton Nascimento e Lô Borges. O evento é gratuito e aberto ao público externo. Mais informações pelo telefone (31) 3409-6411.

Guitarrista e compositor, Daniel Souza é aluno da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais e da Bituca Universidade de Música Popular. Ele foi um dos vencedores do concurso BDMG Jovem Instrumentista 2018, projeto que visa formar e incentivar novos instrumentistas de até 25 anos.

Segundo o artista, a inspiração para a sonoridade e o contexto das composições do show vieram da música mineira. “São muitos os artistas que influenciam o grupo, como: Juarez Moreira, Toninho Horta, Milton Nascimento, Lô Borges, Pat Metheny e não esquecendo também dos músicos e compositores da nova geração que tenho profunda admiração pelo trabalho: Frederico Heliodoro, Matheus Barbosa, Marcus Abjaud, Rafael Martini, Felipe Continentino, Josué Lopez e entre outros”, comenta.

SERVIÇO
Quarta Doze e Trinta – Daniel Souza Quarteto apresenta ‘Serôdia em Minas’
Data: 11 de setembro
Horário: 12h30
Local: Praça de Serviços – Campus Pampulha – UFMG
(Av. Antônio Carlos, 6627 – Pampulha)
ENTRADA FRANCA

 

 

Em setembro Belo Horizonte se cobrirá de histórias da nossa ancestralidade afro brasileira.Dia 7 de setembro o Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira, receberá o “Sopros de Ayó”.Evento de extensão do “AYÓ-ENCONTRO NEGRO DE CONTADORES DE HISTÓRIAS”, cuja última versão aconteceu na capital em 2018. Sopros de Ayó prima pela contação de histórias de nossa afro brasilidade onde negros e negras se tornam protagonistas de suas próprias histórias. Além da presença de vários contadores e contadoras de histórias, o evento terá uma feira de artesanatos, comidas e bebidas na temática afro, com apresentações musicais e exibição do documentário AYO MINAS. Sopros de Ayó conta também com a participação dos moradores do entorno do Centro Cultural.

SOPROS DE AYO
Onde:Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira
Av. Antônio Carlos 821, dentro do Mercado da Lagoinha
Dia: 7 de setembro de 2019
Horário: 9hs às 18hs
Entrada Franca
Informações:
(31) 920008726 Magna Oliveira-Coordenação geral
(31)9988 53155- Olga
(31)9750 85678- Vivian

Página 4 de 8012345678910...203040...Última »
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários