Get Adobe Flash player
Página 1 de 11

 

 

As faculdades de Medicina e de Direito da UFMG recebem, neste mês, uma série de atividades gratuitas e abertas relativas à campanha Setembro Amarelo. O intuito é sensibilizar e informar a comunidade sobre a importância da prevenção ao suicídio e a promoção da saúde mental.

No domingo, 8, às 9h, ocorre a quinta edição da Caminhada pela prevenção do suicídio, promovida pela Faculdade de Medicina. A atividade será realizada no Parque Municipal de Belo Horizonte. Na segunda, 9, uma oficina de laço amarelo será realizada para a confecção de exemplares do símbolo da campanha. Os laços serão distribuídos no campus Saúde na terça-feira, 10 de setembro, o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Palavra amiga
A programação também conta com outras atrações: apresentação do Coral da Faculdade de Medicina, construção de um painel da palavra amiga, no qual as pessoas poderão deixar recados otimistas e de esperança, e dois seminários dedicados à discussão dos fatores de risco e formas de prevenção ao suicídio. Interessados em participar das duas últimas atividades devem se inscrever no Departamento de Saúde Mental, localizado na Avenida Professor Alfredo Balena, 190, sala 235, mediante doação de um quilo de alimento não perecível. Os produtos arrecadados serão entregues a uma instituição de caridade.

O Diretório Acadêmico Alfredo Balena (DAAB), entidade representativa dos estudantes de graduação de Medicina da UFMG, promoverá rodas de conversas sobre saúde mental da mulher, das pessoas com deficiência e da população LGBT. Os encontros ocorrerão no teatro de arena do campus Saúde, em frente ao Restaurante Universitário. Não é necessária inscrição prévia. O DAAB também preparou atividades, como oficinas de arteterapia, yoga e exposição de artes. Veja a programação no site: https://site.medicina.ufmg.br/inicial/

As ações foram planejadas por diferentes setores da Unidade, com o propósito de construir uma programação unificada. “Quando articulamos os grupos e setores que atuam nessa perspectiva, conseguimos fortalecer essas ações para alcançar todo o público da instituição”, comenta Maria Aparecida Miranda da Silva, psicóloga do Núcleo de Apoio Psicopedagógico aos Estudantes da Faculdade de Medicina (Napem) e membro da Rede de Saúde Mental da UFMG.

Semana de Saúde Mental
O Centro Acadêmico Afonso Pena (CAAP), da Faculdade de Direito, também está organizando atividades alusivas ao Setembro Amarelo. Nos dias 9, 11 e 13 deste mês, serão realizadas rodas de conversa e palestras relacionadas a temática, a vida do estudante, o incentivo ao diálogo, a inclusão e o autocuidado. “O atual cenário aumenta a necessidade de autoconhecimento, reconhecimento, estabilidade física e mental e da melhoria da qualidade da interação individual e coletiva. Essas são as questões trazidas pela pauta da saúde mental”, expõe o estudante Igor Tofaneli, diretor do CAAP.

Na programação, estão previstas rodas de conserva sobre saúde mental, assédio e condição da mulher, racismo e a vida acadêmica do jovem. Também serão realizadas palestra sobre o uso de álcool e drogas e oficina com exercícios de meditação e yoga. Os horários e locais estão disponíveis na página do evento no Facebook.

Prevenção
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, uma morte por suicídio ocorre a cada 40 segundos, e aproximadamente um milhão de pessoas tiram a própria vida todos os anos. O Setembro Amarelo foi criado em 2015 para fazer frente a essa realidade e estimular a promoção de campanhas de prevenção em todo o mundo.

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários