Get Adobe Flash player
Página 1 de 11

 

 

Na próxima quarta, dia 28, o Ars Nova – Coral da UFMG apresenta o concerto “O coro é pop!”, às 12h30, na Praça de Serviços do campus Pampulha. O grupo traz um repertório que mescla canções clássicas e populares em apresentação gratuita, por meio do projeto Quarta Doze e Trinta. A atividade é aberta ao público externo. Informações pelo (31) 3409 6411.

Com canções que vão de Ravel a Milton Nascimento, o novo concerto do Ars Nova buscou inspiração no trabalho de compositores que misturaram referências eruditas e populares em suas criações, e assim ajudaram a popularizar certos estilos musicais em seus respectivos períodos. Foi assim que Monteverdi popularizou o madrigal, enquanto Haydn e Ravel popularizaram o quarteto vocal com acompanhamento de piano, ou a capella.

Entre a música pop também aconteceram hibridismos, como a vertente folk rock de Simon e Garfunkel, que ganhou uma leitura clássica no arranjo adaptado de The Sounds of Silence. Outro exemplo é o grupo U2, que imortalizou o acalanto a Martin Luther King numa roupagem gospel de Bob Chilcott.

Esse hibridismo ganhou representantes no cenário brasileiro, como os compositores Marlos Nobre e Carlos Alberto Pinto da Fonseca. Eles recolheram no sertão nordestino e nos terreiros de candomblé, respectivamente, rica inspiração para compor sobre temas populares, usando a vertente erudita que lhes é característica.

Ars Nova
Referência na área de canto coral no Brasil e no exterior, o o Ars Nova-Coral da UFMG completa 60 anos de existência em 2019. De 1962 a 2004, o coro conquistou inúmeros prêmios e condecorações em importantes festivais nacionais e internacionais e realizou mais de 1400 apresentações no Brasil e em outros 17 países. Desde sua retomada, em 2013, o Ars Nova alcançou um público aproximado de 28 mil pessoas em mais de 110 concertos no Brasil e exterior.

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários