Get Adobe Flash player
Página 1 de 11

 

 

O projeto de extensão Tal mãe, tal filho, da Faculdade de Odontologia, oferece tratamento odontológico gratuito para gestantes e lactantes. Os atendimentos são realizados por livre demanda e, a partir do próximo semestre, ocorrerão todas as sextas-feiras, das 8h às 12h. Os agendamentos podem ser feitos por meio meio de envio de mensagem ou de ligação para o número (31) 9 9976-9599.

Ensino e extensão
Idealizado pela professora Lívia Guimarães, Tal mãe, tal filho preenche duas lacunas: a falta de uma disciplina no currículo do curso de Odontologia direcionada aos cuidados odontológicos com mulheres grávidas e de informações a respeito do pré-natal odontológico. O projeto Tal mãe, Tal filho teve início no primeiro semestre de 2019, com 20 vagas para alunos da graduação, a partir do sexto período.
De acordo com Lívia, o pré-natal odontológico é ainda um tema tabu na sociedade, pois existe uma ideia, equivocada, de que mulher não pode ir ao dentista porque o tratamento afeta a gravidez. Segundo ela, também existem casos de dentistas que se recusam a atender gestantes. A professora lembra, no entanto, que o tratamento é importante porque alterações odontológicas podem atrapalhar a gravidez de uma pessoa, podendo causar, inclusive, o parto prematuro.

O projeto promove o atendimento clínico de mulheres gestantes e lactantes que estão passando pelo puerpério. Segundo Lívia, quando os cuidados não são atribuição da atenção primária, os pacientes acabam encaminhados para outras clínicas da própria Faculdade de Odontologia. Lívia Guimarães afirma que principais demandas atendidas pelo projeto são cuidados relativos ao sangramento da gengiva (comuns durante a gestação devido às alterações hormonais no corpo da mulher), cáries e dor de dente. Além disso, o projeto também promove ações educativas visando à promoção da saúde de mulheres grávidas e lactantes, por meio de rodas de conversas, palestras e eventos.

Parcerias
O projeto Tal mãe, Tal filho recebe alunas gestantes assistidas pela UFMG e encaminhadas pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) e mantém parcerias com o Hospital Sofia Feldman e com a Clinica do Bebê, da Faculdade de Odontologia. A primeira se dá por meio do desenvolvimento de ações de promoção da saúde para gestantes e lactantes, além do encaminhamento de pacientes que contribuem para o Banco de Leite Humano, do Hospital. Por sua vez, mulheres que tiveram seus atendimentos encerrados em razão do nascimento dos filhos e do fim do período de puerpério são encaminhadas à Clínica do Bebê.

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários