Get Adobe Flash player
Página 1 de 11

          XXXI Rosas de Abril-42 anos da Assufemg

  

O Varal de Poesias idealizado pelo teatrólogo e diretor adjunto de cultura da Assufemg Marcus Vinícius Ribeiro, para o Rosas de Abril 2015(cancelado por motivo de saúde do mesmo) realiza neste ano seu intento cultural.Com o apoio da servidora, contadora de histórias e idealizadora de um projeto de extensão sobre a oralidade africana na Proex/UFMG  e parceira da Assufemg Magna Oliveira traz para o Varal de Poesias cordel e as presenças de: Beatriz Myrrha, Fernando Schivinato e Olegário Alfredo.

biografia

 

Beatriz Myrrha – mãe, musicista, com passagem pela UFMG e UEMG,  atriz pela Fundação Clovis Salgado a contadora de historias por opção, atua desde 1991 nessas áreas juntas ou separadas. Ela estará abrilhantando o Rosas de Abril na sua 42ª edição com uma manhã de autógrafos e brincadeiras declamantes com o seu livro intitulado “Pomar Brasileirinho”, que são haikais que falam sobre frutas brasileiras. Recitará  um “poemitcho” seu (palavra dela, pois o poema é um pouco maior que um haikai, que se chama “Balsa Binária” e fala de amor. Ela ainda propõe fazer leitura de cordel do amigo Olegário Alfredo e recitará  poesia de Fernando Schinivato.

 

Fernando Schinivato-Resumo Biográfico do autor

fers

Piracicaba, interior de São Paulo, tem duas filhas e é o mais velho numa família de 3 irmãos.Passou toda infância e adolescência no interior de São Paulo.O Paulista Fernando Rosa Schiavinato, nascido na cidade de

Aos 18 anos foi por opção estudar e morar em um colégio interno, quando ai começa a aproximação as mais diferentes artes, esse contato permitiu aflorar a criatividade e a admiração pela música e poesia.

Ingressa na área de TI que permite conhecer boa parte do Brasil, em 2009 se muda para Buenos Aires, onde se encanta com a música e poesias, principalmente de Mercedes Sosa e do cantor poeta Facundo Cabral.No final dos anos 90 se muda para São Paulo, esse movimento permite um mergulho profundo num “mundo” particular e

ao mesmo tempo tão rico da diversidade cultural.

Depois de escrever alguns rascunhos resolve dar “vida” nos seus poemas em forma de livros, nasce assim o livro
Poemas de Outono

 

12718122_1111517242234522_7748287651295781427_n

 

Olegario Alfredo – mineiro de Teófilo Otoni, reside em Belo Horizonte desde 1970. Conhecido como Mestre Gaio( o apelido vem da capoeira) é

um dos mais conhecidos autores a literatura de cordel em Minas com mais de 100 títulos

publicados com variados temas.

É membro da ABLC- Academia Brasileira de Literatura de Cordel e da ALTO- Academia de Letras de Teófilo Otoni.Escritor e poeta,filho de Augusto Gomes da Silva e Thereza Rodrigues Silva, também é professor de Literatura Portuguesa. Formado em Letras e pós graduado em Gestão Pública, Olegário tem editadas diversas obras de literatura infantil, poesias, haikai (poesia japonesa) e literatura e cordel.

 

Datas do Varal: de 14 e 15/04

Local: Praça de Serviços da UFMG

Informações: 984760971(com Magna)

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários