Get Adobe Flash player
Página 1 de 11

por Rafaella Dotta – Brasil de Fato

Lançamento do plebiscito sobre a Reforma Política; votação será em setembro (Foto Rafaella Dotta/Brasil de Fato)

Movimentos sociais organizam votação para mudar o Sistema Político brasileiro

 

Dessa vez, não vamos votar em um candidato. Estamos convidados a escolher todos os candidatos de uma só vez, e também a política. Foi lançado em Minas Gerais o Plebiscito para mudar o Sistema Político brasileiro, que chama a população a votar em novas leis eleitorais e políticas. Acontecerá entre 1º e 7 de setembro, em todo o país. O lançamento do Plebiscito em Minas Gerais teve a participação de 117 organizações e aconteceu em 22 de fevereiro, no Salão da Igreja Boa Viagem, em Belo Horizonte. A iniciativa pretende reunir pessoas descontentes com a política, para realizar uma coleta de votos a favor de mudanças na Constituição Brasileira, de 1988.

De acordo com Beatriz Cerqueira, presidente da CUT Minas Gerais e uma das organizadoras do Plebiscito, para mudar os políticos é preciso mudar as regras das eleições. “Já foi comprovado que, em cada R$1 que as empresas colocam na campanha de políticos, eles retornam R$12 depois de eleitos, através de corrupção e preferências em licitações”.

A mudança da política é o mais correto a fazer no momento, acredita Joceli Andrioli, coordenador nacional do Movimento de Atingidos por Barragens (MAB). Para ele, o tema vem de junho de 2013. “As manifestações pediram uma nova política. Essa é uma angústia do povo.”

Próximos passos

Em 1º, 2 e 3 de maio, será realizado o 5º Encontro de Movimentos Sociais, que vai entregar ao governo estadual os 600 mil votos do Plebiscito para abaixar a conta de luz, feito em outubro de 2013. Lá também serão iniciados, junto a mais organizadores, os trabalhos pelo Plebiscito do Sistema Político.

A professora Maria Catarina, de Divinópolis, vai participar do Plebiscito e deixou um recado para as pessoas que gostariam de ajudar: “Procurem um movimento sério ou faça da forma que você achar melhor, conversando no seu trabalho, na sua casa. Há várias maneiras das pessoas participarem. Pode ser aí, na rua em que você mora.”.Fonte:brasildefato-07/03/14

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários