Get Adobe Flash player
Página 1 de 11


Bem antes de outubro chegar, Belo Horizonte vai participar de uma eleição cujos resultados serão de grande importância para o mundo inteiro. A rede WWF (“Word Wide Fund For Nature” ou Fundo Mundial para a Natureza) resolveu ampliar em 2013 as ações desenvolvidas durante as comemorações da Hora do Planeta, um ato simbólico, promovido no mundo todo, por meio do qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global. Para dar uma dimensão maior ao evento, a WWF decidiu, com o apoio do Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade promover a Hora do Planeta – O Desafio das Cidades (Earth Hour City Challenge – EHCC). Lançado em agosto do ano passado, é uma iniciativa concebida para ir além de apagar as luzes durante a Hora do Planeta, e representa um esforço para o engajamento das cidades contra o agravamento das mudanças climáticas.

Apenas trinta e três cidades finalistas de 13 países participantes foram selecionadas entre 163 cidades que se candidataram neste ano. Belo Horizonte é uma das três cidades brasileiras selecionadas (as outras são Rio de Janeiro e São Paulo) e concorre ao título de Capital Nacional da Hora do Planeta. O resultado será apresentado no dia 27 de março, em Vancouver, no Canadá. Uma das cidades terá também o título mundial de Capital Global da Hora do Planeta, o que também será anunciado no mesmo dia e local.

Um júri internacional, de especialistas de alto nível, selecionou as cidades finalistas de cada país participante. A partir de agora, esse júri vai analisar as ações e compromissos relatados por essas cidades e, finalmente, identificar uma cidade líder em sustentabilidade por país. O objetivo do EHCC é mobilizar ações e apoio a cidades da transição global para um futuro 100% renovável. Visa também estimular o desenvolvimento ao difundir as melhores práticas para mitigação das alterações climáticas. A ideia foi criada para celebrar as cidades que apresentam medidas surpreendentes no que tange um país mais verde, mais limpo e mais sustentável para se viver, bem como inspirar outras cidades a fazer o mesmo.

A Hora do Planeta começou em 2007 em Sydney, na Austrália, quando dois milhões de pessoas se manifestaram contra as mudanças climáticas e desligaram as luzes das casas e empresas. Na última edição, centenas de milhões de pessoas de 152 países desligaram os interruptores de suas residências para demonstrar seu compromisso de apoiar o planeta.

Por que Belo Horizonte foi escolhida?

Belo Horizonte é considerada a Capital Solar do Brasil, a cidade é referência mundial e conta com 923 mil m² em placas de energia solar. Além disso, dentro do Plano de Redução das Emissões de Gases de Efeito Estufa (Pregee), a cidade propõe um conjunto de iniciativas para adaptação do ambiente às mudanças climáticas, apoiando o investimento em energias renováveis. O Pregee foi concluído em maio de 2013 e tem como meta reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 20% até o ano de 2030. Para isso, um conjunto de iniciativas colabora para a adaptação do ambiente às mudanças climáticas. Ações que abrangem transporte, energia, construções sustentáveis, uso do solo, saúde e educação ambiental.

Diante disso, Belo Horizonte fez uma parceria com o Banco Mundial para identificar os setores com baixo desempenho e o potencial de economia de melhor eficiência energética usando a Avaliação Rápida de Energia na Cidade (Trace). O Trace é uma ferramenta estratégica para ajudar na identificação rápida das oportunidades de eficiência energética. Belo Horizonte é a primeira cidade na América Latina a implementar a ferramenta.

Outra ação da cidade é o Selo BH Sustentável, que certifica empreendimentos públicos e privados, prédios residenciais e comerciais que adotarem medidas que contribuam para a redução do consumo de água, energia, de emissões diretas de gases de efeito estufa e para a redução/reciclagem de resíduos sólidos.

A capital mineira também foi escolhida como uma das cidades satélites do Projeto Promovendo Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono em Países Emergentes (Urban LEDS), projeto do Iclei em parceria com a ONU Habitat e financiado pela Comissão Europeia.

Campanha popular

Paralelamente à seleção do júri, será promovida uma campanha popular nas redes sociais We Love Cities, por meio da qual cidadãos poderão votar em suas cidades favoritas, compartilhar fotos e vídeos e fazer sugestões sobre como as cidades podem se tornar ainda mais sustentáveis. Dessa forma, a WWF incentiva as pessoas ao redor do mundo a apoiar os grandes esforços que as cidades estão fazendo pela sustentabilidade. A campanha se estenderá até o dia 20 de março deste ano. Trata-se do processo de seleção da Capital Nacional da Hora do Planeta para cada país participante e da Capital Global da Hora do Planeta de acordo com os critérios de avaliação da WWF.

Para votar em Belo Horizonte como uma das três cidades brasileiras, basta acessar o link www.welovecities.org/pt/belohorizonte/ , que também está incluído no campo superior do site da Prefeitura, www.pbh.gov.br.Fonte:Agência Brasil-17/02/14

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários