Get Adobe Flash player
Página 1 de 11

A Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA) participou nesta quarta-feira (12) de uma reunião no Conselho Nacional de Saúde (CNS) em Brasília. Uma das pautas da reunião era o debate sobre a criação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Mesmo estando reunidos representantes de várias entidades do Brasil inteiro, o debate foi retirado de pauta por causa da ausência do Ministério da Educação (MEC). Os representantes não queriam desenvolver qualquer tipo de discussão, que depois pudesse ser considerada sem legitimidade por falta do referido ministério.

Segundo a presidência da mesa do CNS, o MEC informou que poderá participar da reunião no próximo mês de outubro. Diante disso, mesmo sem a discussão, foi solicitada, por vários conselheiros, a edição de uma Moção de Repúdio à criação da EBSERH.

Para os presentes ficou evidenciada a postura “privatista” do Governo em relação à saúde brasileira. “Aguardaremos a publicação da moção de repúdio para divulgarmos em todas as bases. Mais do que nunca é importante uma ação integrada para combater essa situação, pois enquanto discutimos, o projeto da EBSERH é levado à frente, à revelia do CNS, entidades organizadas e sociedade”,  afirmou Janine Teixeira Coordenadora Geral da FASUBRA.Fonte:Fasubra-12/09/12

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários