Get Adobe Flash player
Página 1 de 11

A Escola de Engenharia da UFMG inaugura hoje (terça, 20) exposição de quadros do artista plástico e motorista aposentado da escola, Antônio Augusto Neto, conhecido como Aneto. A exposição tem entrada gratuita e ficará aberta ao público até o dia 27 de setembro, no hall da biblioteca da unidade, no campus Pampulha.

São dez painéis com visão muito pessoal de algumas paisagens de Minas Gerais, como montanhas e cidades históricas, retratadas em cenários nebulosos. A exposição conta com mais de 20 quadros, que estarão à venda.

A iniciativa faz parte da série de eventos que integram as comemorações dos 100 anos da Escola de Engenharia da UFMG.

Antônio Augusto Neto nasceu em Diamantina, em 1933. Mudou-se para Belo Horizonte em 1946, e em 1951 ingressou na então Escola de Belas-Artes de Belo Horizonte, dirigida pelo pintor Alberto da Veiga Guignard. Até 1959, aperfeiçoou ali a técnica de pintura a óleo sobre a tela e foi colega de artistas como Yara Tupinambá e Jarbas Juarez. Por seu estilo, foi considerado um dos mais fiéis seguidores de Guignard pela crítica de arte Mari’Stella Tristão.

Nos anos de 1954 e 1955, recebeu Menção Honrosa em Pintura nos salões da Prefeitura de Belo Horizonte. Algumas de suas obras fazem parte da história das artes plásticas de Minas Gerais, presentes no Museu de Artes da Pampulha, na Escola Melo de Andrade e na Casa para Arte, antiga residência de Guignard, e que pertence à Fundação de Artes de Ouro Preto (Faop). Aneto também possui trabalhos na Universidade da Flórida, nos EUA, e na Universidade de Turim, na Itália.

Simultaneamente aos trabalhos artísticos, Aneto foi uma figura importante na história da Escola de Engenharia da UFMG, onde trabalhou como motorista de 1955 a 1988.

(Assessoria de comunicação do Projeto Centenário da Escola de Engenharia)

Deixe um comentário

Página 1 de 11
Notícias por categoria
Notícias anteriores
Comentários